Inauguração Sistema Fotovoltaico - Baterias Real

BioWatts Entrega a Maior Usina de Energia Solar em Indústria do PR em inauguração realizada na última quarta-feira (25-09-2019).

25/09/2019

Realeza, município do Sudoeste, com 17 mil habitantes  e a 500 quilômetros de Curitiba, acaba de inaugurar o maior complexo gerador de energia solar já instalado em indústrias do Estado do Paraná.

Segundo Pedro Tochetto, diretor da BioWatts Energia Solar, empresa responsável pelo projeto e instalação, a estrutura implantada na empresa Baterias Real é formada por  1.896 placas fotovoltaicas, que produzem mais de 850.000 kWh/ano, energia suficiente para atender ao consumo de 300 residências de médio porte. 

A inauguração contou com a presença do prefeito Milton Andreolli, do Diretor da PHB, Sérgio Polesso e do diretor de vendas da Jinko Solar, Gustavo Tegon, além de centenas de convidados.

A usina de Realeza soma-se ao portfolio de centenas de outras grandes, pequenas e médias projetadas e instaladas pelos profissionais da BioWatts em indústrias, propriedades rurais, agroindústrias e residências, da região Sul do País. Entre elas, destacam-se o projeto de geração instalado nas dependências Parque Tecnológico onde acontece o Show Rural em Cascavel, a usina em fase adiantada de instalação na Cotriguaçu e o próprio laboratório didático de geração de energia implantado pela BioWatts junto ao campus da Unioeste em Cascavel.

Sustentabilidade e economia

Com 166 colaboradores que produzem em média, mil baterias automotivas por dia, comercializadas em onze estados brasileiros, a Real é forte consumidora  de energia elétrica, especialmente nas etapas de transformação do chumbo e na carga inicial. O gasto médio mensal com este insumo supera os R$ 210.000,00. 

Seu proprietário, Paulo Casaril, conta que antes de se decidir pela fonte solar, avaliou as diferentes alternativas, inclusive aquisição de energia no mercado aberto. Todas as suas contas indicaram as placas fotovoltaicas, como a opção mais racional e econômica, além da contribuição adicional à preservação dos recursos naturais. Em suas contas, a energia solar gerada pela usina equivale à preservação de 2.655 árvores e supressão de 394 mil quilos de CO2 que seriam lançados na atmosfera, anualmente.

Paulo diz que investiu R$ 3 milhões nesta primeira etapa em que está produzindo pouco mais de 50%, da energia consumida mensalmente. Satisfeito com a parceria e com os resultados, ele já programa novos investimentos, em busca da plena autossuficiência energética. 

Maior indústria geradora de mão de obra local, a Baterias Real desenvolve amplo programa de formação e especialização do quadro funcional e dedica atenção especial à questão ambiental. "Seguimos à risca as normas ambientais e de segurança à saúde de nossos colaboradores", explica Paulo Casaril, que atua no ramo há 39 anos.  

Segundo ele, o processo de vendas casadas à devolução das baterias usadas e sua reciclagem formam um exemplo bem-sucedido de reciclagem industrial. "Conseguimos reaproveitar 97% de uma bateria utilizada, devolvendo-a ao processo produtivo e reduzindo assim, os riscos de poluição ambiental", diz.